A ‘jornada’ do PIBinho brasileiro

O PIB fechado de 2020 apresentou uma queda de 4,1%. Resultado fraco, porém menos desastroso do que o previsto no início do ano passado devido aos incentivos governamentais, como o auxílio emergencial. No entanto, será que esse resultado deve ser atribuído apenas à pandemia? Na coluna para o Valor Investe dessa semana, nosso economista, Alexandre Espirito Santo, discute sobre o que vem ocorrendo com o PIB brasileiro na última década.

Na década que se encerrou, o PIB médio do Brasil foi de ínfimo 0,3%. Não podemos, contudo, culpar 2020 por esse resultado, uma vez que 2015 e 2016 também apresentaram números muito negativos. Se retiramos somente esta queda de agora, a média sobe para 0,8%. Nada extraordinária. Mas não é só!

Leia a opinião completa do Alexandre aqui.

Deixe uma resposta