Lula critica Bolsonaro e Moro em discurso e os últimos destaques

Quinta-feira, 11 de março de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

Cotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)112.776,501,30%-2,11%2,49%-5,24%
Dólar PTAX (R$)5,7449-1,62%1,02%3,88%10,55%
DI Jan 2025 (bps)7,35%-53512170
S&P 500 (pts)3.898,910,60%1,48%2,30%3,80%

BRASIL EM FOCO  

DESTAQUES

O Ibovespa fechou em alta de 1,30%. A aprovação da PEC Emergencial em primeiro turno na Câmara, a rejeição de alguns destaques que reduziriam a amplitude fiscal do projeto e o bom humor observado no mercado externo, em razão da aprovação do pacote de estímulos de US$ 1,9 nos Estados Unidos, colaboraram para o desempenho do índice. 

PEC EMERGENCIAL

O texto-base da proposta foi aprovado em primeiro turno na Câmara. O destaque do Psol foi rejeitado, manteve-se o texto sobre a proibição de Estados e municípios concederem aumento salarial a servidores, empregados públicos e militares, caso sua despesa chegue a 95% da receita corrente 

De acordo com a PEC, as medidas serão facultativas para Estados e municípios. Caso os entes não as adotem, os mesmos ficarão impedidos de contrair novas dívidas com outro ente da Federação, e renegociar ou postergar pagamentos de dívidas existentes. O governo  abriu mão de impedir promoções e progressões nas carreiras do funcionalismo, conforme previsto anteriormente na proposta, evitando que os parlamentares retirassem todas as contrapartidas fiscais do texto que autoriza uma nova rodada do auxílio emergencial. 

DISCURSO DE LULA

Em seu primeiro pronunciamento, após a decisão do ministro do STF, Edson Fachin, de anular as condenações nos processos relativos à Lava-Jato, o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, fez duras críticas ao presidente Bolsonaro, e ao ex-juiz Sergio Moro, além de atacar a atual política econômica. Apesar de adotar um discurso de campanha, Lula não confirmou se será candidato nas eleições de 2022, evitando até mesmo cravar que o futuro candidato ao pleito da esquerda será do PT. O ex-presidente condenou ainda o apetite por privatizações, e cobrou a retomada do auxílio-emergencial. (Valor)  

CVM

A Comissão de Valores Mobiliários iniciou a audiência pública que visa a reforma do regime brasileiro de ofertas públicas. A decisão foi motivada pelos seguidos pedidos de abertura de capital (IPO) por empresas brasileiras. O objetivo é reduzir os custos, modernizar o processo, e dar maior previsibilidade às regras. A proposta traz hipóteses de ofertas com registro automático, a fim de acelerar as captações de recursos, realizar alterações no chamado “período de silêncio”, e medidas de simplificação do prospecto das ofertas públicas. (Estadão)

VACINAÇÃO

Jair Bolsonaro, sancionou os projetos de lei que ampliam a capacidade de aquisição de vacinas pelo governo federal e informou que o país terá 400 milhões de doses até o fim deste ano. O presidente alegou ainda, que o Ministério da Ciência e Tecnologia “tem buscado a feitura de uma vacina brasileira (…) Uma equipe nossa retorna hoje de Israel, onde fomos buscar parcerias para a feitura de vacinas e também firmarmos um protocolo de intenção para que busquemos um remédio” (CNN)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h foram registrados 79 mil novos casos e 2.286 mortes, um novo recorde. Desde o início da pandemia, o país acumula 270 mil óbitos e 11 milhões de casos confirmados de Covid-19. (Ministério da Saúde)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

DESTAQUES

O índice Dow Jones registrou um novo recorde, ficando acima dos 32 mil pontos. O S&P500 avançou 0,60%. A aprovação do pacote de estímulos de US$ 1,9 tri na Câmara e o indicador de inflação (CPI), em linha com as expectativas do mercado, corroboraram para os bons desempenhos dos índices. Apenas o Nasdaq apresentou ligeira queda de 0,04%. As bolsas europeias fecharam em alta, em sua maioria, em linha com os mercados norte-americanos.

PACOTE DE ESTÍMULOS

A Câmara dos Estados Unidos, aprovou por 220 a 211, o pacote de ajuda de US$ 1,9 tri, proposto pelo presidente Joe Biden. De acordo com o texto, os americanos elegíveis receberão cheques diretos de US$ 1.400, o projeto fornece ainda, novos subsídios ao seguro de saúde e créditos fiscais para crianças, ao mesmo tempo que estende os US$ 300 semanais de benefícios desemprego suplementar até setembro. Além do envio de US$ 360 bi aos governos estaduais e locais, visando o resgate para pensões sindicais problemáticas e fundos para aumentar as vacinas e reaberturas das escolas. A Casa Branca, através da porta-voz Jen Psaki, afirmou que “o governo estará avançando a toda velocidade na implementação do projeto de lei” . De acordo com o Escritório de Orçamento do Congresso, não partidário, a estimativa é de que cerca de US$ 1,1 tri sejam liberados ainda este ano, e mais US$ 476 bi em 2022. Haverá ainda, a utilização de US$ 110 bi destinados a crédito tributário, com o objetivo de reduzir a pobreza infantil, o perdão fiscal sobre benefícios a desempregados e a redução da dívida estudantil. O presidente Biden pretende assinar a nova lei na sexta-feira (12). ( Bloomberg

TREASURIES

Os rendimentos dos títulos do Tesouro norte-americano tiveram uma leve queda na quarta-feira, após o Departamento do Tesouro leiloar cerca de US$ 3,6 trilhões em títulos. O T-Notes de 10 anos encerrou a sessão em 1,518% enquanto os T-Bonds de 30 anos ficaram em 2,241%. (CNBC)

INICADORES DOS ESTADOS UNIDOS

O índice de preços ao consumidor (CPI) registrou alta 0,4% em fevereiro e 1,7% nos últimos 12 meses, representando a maior elevação desde fevereiro de 2020, quando o resultado foi de 1,4%. O resultado veio em linha com as expectativas de mercado. Os economistas esperam que o indicador suba nos próximos meses, sendo influenciado principalmente pela aprovação do pacote de estímulos do presidente Joe Biden. (CNBC)

RELAÇÕES SINO-AMERICANAS

O Secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, confirmou que ele e o conselheiro de segurança nacional da Casa Branca, Jake Sullivan, se reunirão com o alto funcionário do Partido Comunista, Yang Jiechi, e com o Ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi. O encontro está marcado para a próxima quinta-feira (18), e deverá abordar diversas questões” incluindo aquelas em que os dois lados têm profundas discordâncias”. Wang e Yang ainda não confirmaram o encontro, um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China alegou apenas que “  não tinha nenhuma informação a oferecer.” (SCMP)

VACINAÇÃO

União Europeia exportou 34 milhões de doses de vacina, o Reino Unido foi o maior beneficiário recebendo 9,1 milhões. o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, acusou os Estados Unidos e o Reino Unido de proibirem as exportações de vacinas produzidas em seus territórios. O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, negou as acusações. (Bloomberg)

CORONAVÍRUS NO MUNDO 

Nos EUAos casos de Covid-19 já somam 29 milhões e as mortes ultrapassam 529 mil. No mundo são 117 milhões de infectados e 2,6 milhões de óbitos. (Johns Hopkins / Reuters)
 HOJE: As bolsas na Ásia fecharam em alta. Na Europa, os índices não indicam uma direção definida. Os futuros de Wall Street apontam para uma sessão positiva. O Nasdaq avança com a estabilização dos Treasuries. O dólar recua. Na agenda do dia tem reunião de política monetária no BCE, com discurso de Christine Lagarde e divulgação do IPCA no Brasil.

Deixe uma resposta