CPI da Pandemia aguarda indicação dos membros e os últimos destaques

Quarta-feira, 14 de abril de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

Cotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)119.297,13 0,41%1,38% 2,28%0,24%
Dólar PTAX (R$)5,70640,85%1,10 %0,16%9,81%
DI Jan 2025 (bps)8,39%11 15 34274
S&P 500 (pts)4.141,590,33% 0,31% 4,25%10,26%

BRASIL EM FOCO 

DESTAQUES

O Ibovespa fechou em alta, superando os 119 mil pontos, zerando as perdas do ano. O noticiário de Brasília continua no radar dos investidores com o Orçamento de 2021 indefinido, a instalação da CPI da Covid e a “PEC fura-teto” do Paulo Guedes.

ENTREVISTA CAMPOS NETO

O presidente do BC deu entrevista à TV Bloomberg na noite de terça. Campos Neto afirmou que as condições são diferentes de agora em diante e que o ritmo de elevação da Selic não está “escrito em pedra”.  A princípio, não haveria nada que justificasse uma alta acima de 75 bps para a próxima reunião de maio, mas movimentos maiores podem vir, caso cenários mais adversos surjam. ( Bloomberg)

CPI DA COVID

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, leu nesta terça-feira (13) o requerimento de criação da CPI da Covid. Além das ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia, a CPI também investigará a aplicação de recursos federais por estados e municípios. Os líderes partidários do Senado já podem indicar os membros da CPI e após a definição da composição, serão escolhidos o presidente, o vice e o relator. Ainda não ficou decidido se os trabalhos serão presenciais, semipresenciais ou remotos, função que cabe ao presidente da comissão.  (Agência Senado)

PEC FURA-TETO

A ideia de Paulo Guedes de uma PEC para retirar despesas do teto de gastos e ao mesmo tempo liberar espaço para emendas parlamentares não reuniu consenso entre governo e aliados. Cerca de R$ 18 bilhões ficariam fora do teto, mas o Ministério da Economia disse que essa versão do texto que circulou está desatualizada e descartada. Guedes continua defendendo que uma proposta, em formato mais restrito, seria uma espécie de calamidade pública com maior limitação e controle do que será gasto, acomodando certas despesas extraordinárias com a pandemia. ( Folha / Valor)

VENDAS NO VAREJO

O IBGE divulgou que as vendas no varejo subiram 0,6% em fevereiro, frente a janeiro, e recuaram 3,8% na comparação com o ano anterior. O número foi pouco acima do esperado, com destaque para móveis e eletrodomésticos que subiram 9,3% em relação ao mês anterior. (IBGE).

REVISÃO TARIFÁRIA ANTT

As concessionárias de rodovias federais vão receber uma proposta de reequilíbrio econômico-financeiro da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O texto ainda é preliminar e vai ficar em audiência pública por 30 a 45 dias. A Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias (ABCR) estima ter acumulado perdas de R$ 1,3 bilhão entre março e junho do ano passado, durante o auge das restrições à mobilidade na primeira onda de covid-19. (Valor)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h, foram registrados 82 mil novos casos e 3.808 mortes. Desde o início da pandemia, o país acumula 358,4 mil óbitos e 13,6 milhões de casos confirmados de Covid-19. Já foram aplicadas no Brasil 23,8 milhões de doses de vacina e 7.4 milhões de pessoas receberam as duas doses de imunizante. (Ministério da Saúde)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

DESTAQUES

Os índices em Nova York fecharam sem direção definida. O Dow Jones registrou queda, o Nasdaq teve alta de mais de 1% e S&P500 anotou novo recorde.  Na Europa os índices encerraram o dia com leves ganhos.

INFLAÇÃO NOS EUA

O índice de preços ao consumidor acelerou em março para 0,60%, com ajuste sazonal. O acumulado em 12 meses ficou em 2,60%, o mais alto patamar desde 2012. (US BLS)

VACINA JOHNSON & JOHNSON

Foram divulgados seis casos de mulheres que tiveram coagulação sanguínea, entre as 6,8 milhões de pessoas que receberam a vacina da J&J. Apenas um foi fatal. O FDA recomendou a pausa na aplicação. A África do Sul também suspendeu o uso do imunizante, embora nenhum caso de coágulos tenha sido registrado no país. O Reino Unido tem 30 milhões de doses encomendadas, mas a vacina da J&J ainda não tem autorização. De acordo com o Departamento de Saúde da Inglaterra, o atraso na implementação não afetaria o fornecimento de vacinas no Reino Unido, nem atrapalharia o objetivo de vacinar todos os adultos até o final de julho. O CEO da Pfizer, Albert Bourla, anunciou no Twitter que conseguirá expandir suas entregas aos EUA em 10% além do previsto até o final de maio. (BBC)

RETIRADA DOS EUA DO AFEGANISTÃO

Joe Biden deve anunciar hoje que retirará todas as tropas dos EUA do Afeganistão até 11 de setembro. São mais de duas décadas de guerra e é a segunda vez em menos de dois anos que um presidente americano definiu uma data para encerrar o conflito. O deadline de Trump era dia primeiro de maio. Críticos de Biden temem que o atual governo de Kabul não consiga impedir o ressurgimento do Talibã como ameaça internacional e, ao invés de encerrar de fato a guerra, essa saída possa ser usada pelos jihadistas para celebrar a derrota dos EUA no território afegão. ( WSJ)  

CORONAVÍRUS NO MUNDO

Nos EUAos casos de Covid-19 já somam 31 milhões e as mortes ultrapassam 563 mil. No mundo são 137,5 milhões de infectados e 2,96 milhões de óbitos. Ao todo, já foram aplicadas mais de 806 milhões de doses de vacina e  176 milhões de pessoas totalmente imunizadas. (Johns Hopkins)

HOJE

Na Ásia, os mercados fecharam sem direção definida, assim como as bolsas europeias operam entre leves ganhos e perdas. Os futuros de Wall Street apontam para uma abertura estável. O petróleo sobe 1,7%, Na agenda do dia, começa a temporada de balanços do primeiro trimestre com os grandes bancos americanos divulgando seus resultados.  O Fed apresenta o livro bege, sobre as condições econômicas dos EUA. 

Deixe uma resposta