Adeus ao Consenso de Washington

Na semana passada, o economista John Williamson faleceu aos 83 anos. Tendo passado pelo FMI e pelo Peterson Institute, Williamson era muito respeitado em seu meio profissional e deixou um grande legado para trás. Na coluna para o Valor Investe desta semana, Alexandre Espirito Santo comenta a importância de Williamson para o estudo da economia e explica sua principal contribuição: o Consenso de Washington.

O “Consenso de Washington” vira a senha para o chamado neoliberalismo. É a oportunidade para que as políticas econômicas dessa linhagem retornem fortemente, escanteando o keynesianismo intervencionista do pós-guerra. Mais à frente, como ideia derivada, vieram os blocos econômicos e a moeda única, para facilitar o comércio entre as nações do bloco.

Leia a publicação completa no site do Valor Investe.

Deixe uma resposta