Elevação do preço das commodities aumenta expectativa do PIB e os últimos destaques

Segunda-feira, 17 de maio de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

BrCotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)121.880,820,97%-0,13%2,51%2,41%
DI Jan 2025 (bps)8,25%-11945260
Dólar PTAX (R$)5,2701-0,22%0,93% -2,47%1,41%
S&P 500 (pts)4173,851,49%-1,39% -0,18%11,12%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O Ibovespa subiu refletindo o bom humor externo da última sexta-feira (14). O resultado da Petrobras acima do esperado, fez a ação fechar em alta de 5,16%, contribuindo também para o desempenho positivo do índice. Dólar e DIs fecharam o dia praticamente estáveis.

PIB

Os economistas estão revisando suas expectativas de PIB em 2021 para cima, e inclusive esperando altas para o 1º trimestre deste ano. Divulgado na última quinta-feira (13), o IBC-Br de março (-1,6%) veio melhor que o esperado pelo consenso e desencadeou uma série de revisões. Antes na faixa dos 2,5%, as expectativas hoje estão acima de 3,5%, e algumas até mesmo acima de 4%. Um fator que contribui para essa mudança é a elevação do preço das commodities. (Valor  / Estadão)

REFORMA TRIBUTÁRIA

O plano de trabalho para a reforma tributária deve ser detalhado hoje pelos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). A expectativa é que o relator na Comissão Mista, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), apresente parecer fatiando o plano em pelo menos 5 projetos de lei diferentes, o que facilitaria a tramitação no Legislativo. Ainda poderia surgir uma sexta proposta, de reformulação de ICSM e ISS, mas que demandaria PEC. (CNN)

CPI DA COVID

Segundo o advogado do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, ele deve responder todas as perguntas feitas pelos senadores quando for prestar seu depoimento na CPI da Covid na próxima quarta-feira (19). Pazuello recebeu Habeas Corpus do ministro Ricardo Lewandowski que garante o direito de silêncio diante de perguntas que fariam ele produzir provas contra si mesmo. Ele continua tendo que responder questionamento sobre terceiros. Após essa decisão de Lewandowski, outros ministros do governo devem usar o mesmo artifício para se blindar quando forem depor.  O ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo está com depoimento marcado para terça-feira (18) às 9h. Os senadores querem que Araújo explique a condução da diplomacia brasileira durante a pandemia. (Agência Senado / Poder360 / Valor)

ELEIÇÕES 2022

Ciro Gomes (PDT) já vem articulando a sua candidatura para 2022 com diversos partidos, economistas renomados e com João Santana, ex-marqueteiro do PT, na comunicação do PDT. Ciro afirma em entrevista que “hoje, a tendência consistente é que Lula está em seu [patamar] máximo e Bolsonaro, em processo de derretimento”O ex-governador aponta que sua proposta sempre foi de centro-esqueda e que o Brasil não cabe nem na esquerda e nem na direita e aposta na construção de uma aliança com PSB, Rede, PV, PSD e DEM. Ciro vê que Moro e Huck não serão candidatos e que ele é o “único organizado, com o partido harmônico, sem confusão” capaz de derrotar tanto Lula quanto Bolsonaro.(Valor)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h, foram registrados 40,9 mil novos casos e 1.036 mortes. Desde o início da pandemia, o país atingiu a marca de 435,7 mil óbitos e 15,6 milhões de casos confirmados de Covid-19. Já foram aplicadas no Brasil 57,9 milhões de doses de vacina, sendo que 19,21 milhões de pessoas já receberam as duas doses do imunizante. ( Ministério da Saúde / G1)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

DESTAQUES

Os principais índices acionários americanos tiveram um pregão otimista na sexta (14), com o Dow Jones subindo 1,06%, S&P500 ganhando 1,49% e Nasdaq anotando 2,32% de alta.  Mas essa recuperação não foi suficiente para zerar as perdas da semana, decorrentes da volatilidade trazida pelos números muito mais fortes que o esperado de inflação nos EUA.

VENDAS NO VAREJO

De acordo com o Commerce Department dos EUA, em abril as vendas no varejo não variaram (0%) versus expectativa de aumentar 1%. O núcleo de vendas recuou -0,8%, enquanto a expectativa era de crescimento 0,7%. O nível atual de vendas está muito acima do nível pré-pandemia, ao mesmo tempo em que a poupança das famílias americanas aumentou aproximadamente US$ 2,3 trilhões durante a pandemia. Isso deve fazer com que os altos patamares de consumo sejam mantidos. (WSJ  / CNBC)

PRODUÇÃO INDUSTRIAL

De acordo com o FED, no mês de abril, a produção industrial cresceu 0,7% um pouco abaixo da expectativa 1,0%. Os maiores aumentos foram nos setores de utilities (2,6%) e materiais básicos (1,3%), enquanto o construção (-0,9%) foi o setor que mais contribuiu negativamente. (FED)

CONFIANÇA

Segundo a Universidade de Michigan, a confiança do consumidor em maio se encontra em 82,8 pontos, um patamar menor que o consenso de 90,4. É uma queda quando comparado com abril, que estava em 88,3 pontos. Os economistas consultados pelo Financial Times, apontam que os consumidores estão com sentimento menos otimista com os números mais altos de inflação divulgados na semana passada. (FT)

CORONAVÍRUS NO MUNDO

Nos EUA, os casos de Covid-19 já somam 32,9 milhões e as mortes ultrapassam 585,9 mil. No mundo são mais de 162,7 milhões de infectados e os óbitos bateram a marca de 3,37 milhões. (Johns Hopkins)

HOJE

Na Ásia, os índices fecharam mistos, com destaque de queda para as ações japonesas. As bolsas na Europa operam no negativo. Os futuros das bolsas de Nova York apontam para uma abertura também no vermelho. O preço do barril do petróleo recua levemente tanto nos EUA quanto em Londres. O ouro é cotado, nesta manhã, a US$ 1.847,60. O yield dos treasuries de 10 anos está em 1,63%. Na agenda do dia, será divulgado o PIB do Japão e o mercado aguarda o envio da Reforma Tributária ao Congresso.

Deixe uma resposta