MP da privatização da Petrobras tem aprovação polêmica no Senado e os últimos destaques

Sexta-feira, 18 de junho de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

BrCotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)128.057,22-0,93%-1,07%1,46%7,60%
DI Jan 2025 (bps)8,13%15823248
Dólar PTAX (R$)5,03590,30% -1,62%-3,75%-3,09%
S&P 500 (pts)4.221,86-0,04%-0,60% 0,42%12,40%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O Ibovespa encerrou o dia em queda, impactado pelo aumento global de aversão ao risco e forte queda das ações de commodities. A reunião do COPOM impactou intensamente a curva de DIs, e isso também contribuiu para o ambiente mais desfavorável para os ativos de risco brasileiros. 

CONFIANÇA DO COMÉRCIO

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio subiu 12,2% em junho, comparando com o do mês anterior, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Foi a primeira vez no ano em que o indicador subiu, quando se compara mês a mêsA alta reflete as melhores perspectivas econômicas e também os resultados positivos do Dia dos Namorados. As varejistas de pequeno porte se mostraram as mais otimistas e foram as que mais contribuíram para o índice. ( Valor)

COMPETITIVIDADE

Depois de quatro anos de leve avanço, o Brasil caiu uma posição no Anuário de Competitividade Mundial, indo para a 57ª posição, entre 64 países, conforme divulgado pelo IMD de Lausanne. O Brasil tem a pior educação entre os países pesquisados, sofre com má imagem internacional devido à burocracia e corrupção e possui a terceira pior eficiência governamental, sendo a nação com os piores termos de gastos do governo central. Os países mais competitivos do estudo são Suíça, Suécia, Dinamarca, Holanda e Cingapura . Elas têm em comum investimento em inovação, atividade diversificada, coesão social e políticas de apoio governamental bem feitas. (Valor)

ORÇAMENTO EM 2022

Para os técnicos do ministério da Economia há certos exageros nas recentes previsões de institutos e bancos sobre a folga orçamentária que permitiria aumento de gastos no ano que vem. De acordo com os especialistas, tais previsões, que variam de R$47 a R$79 bilhões, são excessivas e os números mais adequados seriam entre R$25 e R$30 bilhões. O crescimento da previdência e gasto com pessoal seriam os principais fatores que não foram perfeitamente estimados, gerando essa diferença. ( Valor)

CRISE ENERGÉTICA

Com a crise hídrica, lideranças de Brasília estão estudando acionar mais frequentemente as usinas térmicas a gás e carvão, aumentando a participação de combustíveis fósseis na matriz energética brasileira. Para que os reservatórios nacionais voltem ao máximo durante o período chuvoso, a ideia é que se use essas fontes enquanto se poupa volume hídrico. Assim, em 2022 se minimizariam os riscos de apagão. (O Globo /  Valor)

PRIVATIZAÇÃO ELETROBRAS

A MP da privatização da Eletrobras foi aprovada no Senado, após uma série de modificações polêmicas no seu texto. Com isso, a Medida voltará para a Câmara na segunda-feira (21) para ser analisada e votada. Dentre os “jabutis” foi retirado o subsídio adicional para usinas a carvão, ampliada a quantidade compulsória de energia térmica de 6 mil megawatts para 8 mil megawatts, com esse adicional tendo ainda que ser instalado. ( O Globo / Valor)

VACINAÇÃO

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que as 3 milhões de doses da vacina da Janssen, que chegariam no país essa semana, por questões regulatórias deverão chegar apenas semana que vem, mas sem previsão ainda. Essa quantidade é um adiantamento do total de 38 milhões de vacinas que foram contratadas em março, para o segundo semestre. Apesar disso, a prefeitura de SP liberou a “xepa” das vacinas do município para todos aqueles maiores de 18 anos, acelerando o calendário de vacinação de adultos. ( G1 / Valor)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h, foram registrados 74 mil novos casos e 2.311 mortes. Desde o início da pandemia, os casos confirmados de Covid-19 são 17,7 milhões, com 496 mil óbitos.Foram aplicadas no Brasil 84,5 milhões de doses de vacina, sendo que 24,1 milhões de pessoas já receberam as duas doses do imunizante. ( Ministério da Saúde / G1)

OBSERVARTÓRIO INTERNACIONAL

DESTAQUES

Os índices acionários americanos tiveram um pregão misto ontem, com o Dow Jones e o S&P500 recuando 0,62% e 0,04%, respectivamente, enquanto o Nasdaq avançou 0,87%. Os mercados tiveram um dia de aversão ao risco após a decisão do FOMC, com fortalecimento do dólar frente às diferentes divisas, recuo nas taxas dos treasuries de 10 anos e impactos nas ações de materiais básicos e do setor financeiro.

PEDIDOS DE SEGURO-DESEMPREGO

O número de pedidos de seguro-desemprego semanal aumentou pela primeira vez desde abril, registrando 412 mil solicitações, contra expectativa de 359 mil. Diante de mudanças nos ambientes de trabalho, como retorno presencial aos escritórios, há pessoas que estão preferindo mudar de emprego do que voltar à antiga rotina. O alto número de vagas não preenchidas contribui para essa dinâmica. (WSJ)

INFRAESTRUTURA

O grupo bipartidário que está trabalhando no acordo para o pacote de infraestrutura americano se expandiu e já abarca 21 parlamentares. Eles estão se reunindo para chegar a um acordo que use novos recursos e também os que haviam sido destinados ao combate da pandemia, mas que não foram gastos, chegando a um montante na faixa de US$1,2 trilhões. Líderes progressistas como Bernie Sanders estão rejeitando essa proposta, pois acham que o mínimo aceitável a ser dedicado à infraestrutura e outras causas é muito além e chegam a propor gastos de US$6 trilhões. Tal iniciativa não deve ir para frente. ( Reuters / WSJ)

COOPERAÇÃO

Os EUA e a União Europeia planejam estreitar laços e expandir a cooperação sobre regulação de big techs, desenvolvimento industrial, comércio e se proteger contra avanços da Rússia e China. Está previsto um novo conselho de tecnologia e comércio que permitirá mais aproximação entre as regiões para aumentar inovação, investimentos e retirar obstáculos desnecessários para essa parceria. Nesse contexto, o presidente chinês Xi Jinping está buscando ampliar iniciativas que possibilitem a autonomia do país em uma nova geração de chips e outros componentes de alta tecnologia, tornando a China uma nação líder nessa nova fronteira. (Bloomberg / WSJ)

CORONAVÍRUS NO MUNDO

Nos EUA, os casos de Covid-19 já somam 33,5 milhões e as mortes ultrapassam 600,9 mil. No mundo são mais de 177,5 milhões de infectados, e os óbitos estão na marca de 3,8 milhões. (Johns Hopkins)

HOJE

As bolsas do Japão e da China encerraram o dia em queda, enquanto o índice de Hong Kong avançou 0,85%. Na Europa, as bolsas operam no vermelho, com a de Londres caindo 1,1%. Os futuros das bolsas de Wall Street indicam para uma abertura sem direção definida. O petróleo recua 0,75%, com o barril do Brent cotado a US$ 72,53. O ouro spot sobe 1,13%, negociado a US$ 1.793,60 a onça. O yield dos treasuries de 10 anos retornou para nível abaixo de 1,50%. Na agenda do dia tem o IGP-M e vencimento de opções.

Deixe uma resposta