Ministério de Saúde suspende negociações da Covaxin e os último destaques

Quarta-feira, 30 de junho de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

BrCotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)127.327,44-0,08%0,06%0,88%6,98%
DI Jan 2025 (bps)7,95%-7-215230
Dólar PTAX (R$)4,94500,06%0,50%-5,49%-230%
S&P 500 (pts)4291,800,03%0,26% 2,09%14,26%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O Ibovespa encerrou o pregão perto da estabilidade, com leve queda. O ambiente externo negativo para os emergentes pesou contra o índice acionário brasileiro. O resultado do IGP-M, abaixo do esperado, contribuiu para o fechamento das taxas de juros dos DIs.

IGP-M

O Índice Geral de Preços – Mercado registrou inflação de 0,60% em junho, contra 4,10% um mês antes, informou ontem a FGV. A subida ficou abaixo do esperado pelo consenso de economistas. O IGP-M acumula alta de 15,08% no ano e de 35,75% em 12 meses. O principal motivo para essa redução foi a combinação de valorização do câmbio com o recuo dos preços de commodities importantes, fazendo o grupo de matérias-primas brutas do IPA cair 1,28% em junho, contra alta de 10,15% no mês passado. Com este movimento, a taxa do IPA registrou expressiva desaceleração, fechando o mês com alta de 0,42%. (IBRE/Valor)

DENÚNCIA DE PROPINA NAS VACINAS

O diretor de logística do ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, foi citado pelo representante da Daviti Medical Supply, Luiz Paulo Dominguetti, responsável por cobrar propina para fechar a compra de 200 milhões de doses da vacina AstraZeneca, no final de fevereiro. Dias teria proposto adicionar 1 dólar no valor de cada vacina, que seria repassado para um “grupo” do MS, para que a importação dos imunizantes avançassem. Na noite de ontem, o diretor foi exonerado do cargo . Dominguetti teria se recusado a aceitar esse acordo e o processo não prosseguiu. A CPI da Covid convocará o representante a depor na sexta-feira (02) para prestar mais esclarecimentos. É Importante ressaltar que as vacinas da AstraZeneca, Janssen e Pfizer, que já chegaram até o Brasil, foram comercializadas exclusivamente pela Fiocruz. Além disso, a AstraZeneca informou em nota que lida diretamente com governos, não com instituições privadas para distribuir seus imunizantes. (Folha/G1)

COVAXIN

O ministério da Saúde suspendeu as negociações para a compra da vacina indiana contra a Covid. A medida obedece orientação da CGU e tem caráter “preventivo”, segundo informaram os ministros da Saúde, Marcelo Queiroga, e da CGU, Wagner Rosário. Recentemente, a compra da Covaxin se tornou pivô para denúncias de corrupção no governo Bolsonaro. Queiroga afirmou que a suspensão não afeta o plano de vacinação do governo federal contra a pandemia, uma vez que o imunizante ainda não havia sido aprovado pela Anvisa. ( Valor)

CPI DA COVID

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse nesta terça-feira que somente decidirá sobre a prorrogação dos trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid após o vencimento do prazo atual, no fim de julho. O requerimento de prorrogação foi apresentado nesta semana pelo vice-presidente da CPI, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), com todas as assinaturas necessárias. (Valor)

BANDEIRA VERMELHA

A Aneel reajustou em 52% a tarifa da bandeira vermelha nível 2, que passará de R$ 6,24 para R$ 9,49 a cada 100 kWh (quilowatt-hora) entre julho e dezembro deste ano. A decisão contrariou o área técnica da agência. A diretoria optou por parcelar o reajuste, repassando cerca de R$ 3 bilhões para as tarifas no próximo ano. No entanto, haverá uma consulta pública para que os consumidores decidam se preferem que esse repasse seja feito já em agosto. (Folha)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h, foram registrados 64,9 mil novos casos e 1.893 mortes. Desde o início da pandemia, os casos confirmados de Covid-19 estão em 18,5 milhões, com 515,9 mil óbitos.Foram aplicadas no Brasil 98,1 milhões de doses de vacina, sendo que 25,5 milhões de pessoas já receberam as duas doses do imunizante. ( Ministério da Saúde / G1)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

DESTAQUES

Os índices acionários americanos fecharam levemente positivos, com o Dow Jones, o S&P500 e o Nasdaq subindo 0,03%, 0,03% e 0,19% respectivamente. A dinâmica da variante delta do coronavirus está gerando maior aversão a risco, o que contrabalanceou os bons números de confiança do consumidor dos EUA.

PREÇOS DE CASAS

O preço médio de venda de casas existentes em maio aumentou quase 24% em relação ao ano anterior, chegando a US$ 350.000 pela primeira vez. No acumulado de 12 meses, o indicador para as principais áreas metropolitanas subiu 14,6%. O volume de vendas, contudo, tem diminuído nos últimos meses por falta de oferta no mercado e pelo alto preço de negociação das casas disponíveis. ( WSJ)

CONFIANÇA DO CONSUMIDOR

A confiança do consumidor americano para o mês de junho registrou um novo recorde pós-pandemia, ao sair de 120 para 127,3 pontos. Esse patamar superou todas as expectativas dos economistas consultados pelo Bloomberg. O acelerado ritmo de vacinação, retomada do emprego e expectativa de aumentos de salários causaram impactos positivos nos sentimentos dos consumidores, apesar da expectativa de aumento de inflação no curto prazo. (Bloomberg)

CORONAVÍRUS NO MUNDO

Nos EUA, os casos de Covid-19 já somam 33,6 milhões e as mortes ultrapassam 604,5 mil. No mundo são mais de 181,7 milhões de infectados, e os óbitos estão na marca de 3,94 milhões. (Johns Hopkins)

HOJE

Na Ásia, as principais bolsas fecharam sem direção definida. Na Europa, os índices operam em campo negativo ainda com receios sobre a variante delta. Os futuros das bolsas de Nova York estão próximos da estabilidade. Amanhã tem encontro da OPEP e o barril Brent avança mais de 1%, sendo cotado a US$ 75,50. O ouro spot recua e é negociado a US$ 1.760,28 a onça. O yield dos treasuries de 10 anos está em 1,46%. Hoje é o último dia do trimestre e do semestre e na agenda o mercado estará de olho na divulgação dos índices de inflação de diversos países, da taxa de desemprego no Brasil e o ADP nos EUA. 

Deixe uma resposta