Jeff Bezos entra na corrida espacial e os últimos destaques

Terça-feira, 21 de julho de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

BrCotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)125.401,360,81%-0,44% -1,10%5,36%
DI Jan 2025 (bps)8,09%-2-113244
Dólar PTAX (R$)5,24650,94% 2,99% 4,88%0,96%
S&P 500 (pts)4323,061,52%-0,09% 0,59%15,10%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O Ibovespa fechou o dia em alta, recuperando parte da queda da segunda-feira. Nossa bolsa encontrou sustentação com os agentes de mercado reavaliando os possíveis impactos da variante delta no exterior, ao mesmo tempo em que consideravam o desenrolar das notícias da política nacional.

PRÉVIA DO IGP-M

De acordo com a divulgação da FGV, a segunda prévia de julho do IGP-M sofreu uma inflação de 0,72%, desacelerando em relação ao valor de 1,27% registrado no período anterior. A forte redução do preço das commodities agrícolas foi capaz de contrabalancear o aumento do minério de ferro dentro do IPA, que teve alta de 0,66% (redução em relação ao aumento de 1,26% do período anterior). O IPC subiu 0,70%, mais forte que os 0,62% anteriores, e o INCC inflacionou 1,32%, menos intenso que os 2,75% da última leitura. ( Valor / Terra)

ENTREVISTA BOLSONARO

Em entrevista ontem (20), o presidente Bolsonaro afirmou que espera aprovar uma reforma que não aumente carga tributária, após as devidas correções que serão realizadas na Câmara. Além disso, voltou a falar sobre a ampliação do bolsa-família a partir de novembro, quando se encerrará o auxílio emergencial. A pretensão é aumentar o valor médio pago de R$192 para R$300, beneficiando 22 milhões de famílias até o final do ano. (Valor)

FUNDÃO ELEITORAL

Pelo Twitter, o presidente Bolsonaro afirmou que irá vetar os aumentos no Fundão Eleitoral, contemplados na LDO. O relator, deputado Juscelino Filho (DEM-MA), afirmou nesta terça-feira (20) que o ideal seria que o mandatário não vetasse o trecho e fizesse um ajuste via LOA. O parlamentar destacou que o desgaste já está dado uma vez que nenhuma medida foi adotada sem o consentimento de aliados do governo no Congresso. ( Valor)

COVAXIN

A Polícia Federal pediu ao STF que decida se o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) deve ser investigado em conjunto com o presidente Bolsonaro no caso da compra das vacinas Covaxin, representada no Brasil pela Precisa Medicamentos. O chefe da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, havia mandado um pedido ao Ministério da Justiça para investigar o congressista por possível denunciação caluniosa ao acusar Bolsonaro da prática de prevaricação por suposta omissão ao não tomar providências quando comunicado sobre possíveis irregularidades na compra dos imunizantes. A Precisa, que teve seu contrato de R$1,6 bilhão para a compra de 20 milhões de vacinas suspenso, receberia aproximadamente R$137 milhões para fazer essa intermediação. (Valor)

REGULAÇÃO DE FERROVIAS

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, informou que o governo deve enviar uma MP ao Congresso Nacional para acelerar a aprovação de um novo Marco legal das Ferrovias.  O ministro considera que o projeto de lei (PLS-261/18) de autoria do senador José Serra (PSDB-SP) está demorando demais para ser aprovado. Isso tem levado diferentes estados a criarem os próprios marcos legais prevendo regime de autorização. Diferente das concessões, as autorizações permitem que sejam construídas ferrovias privadas com menos burocracia, já que não há necessidade de licitação para estas. (Estadão)

PROCURADORIA GERAL

O presidente Jair Bolsonaro indicou o atual procurador-geral da República, Augusto Aras, para um novo mandato de 2 anos no cargo. (Poder 360)

REFORMAS E CONGRESSO

O alinhamento do comando das duas Casas do Congresso com o governo fez 43% dos projetos econômicos prioritários serem aprovados até o recesso. Foram 10 os textos que chegaram à sanção, de um total de 23. Entre os principais estão  o projeto que abre caminho para a capitalização da Eletrobras, a autonomia do Banco Central e a PEC Emergencial. (Poder 360)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h, foram registrados 27,6 mil novos casos e 1.424 mortes. Desde o início da pandemia, os casos confirmados de Covid-19 estão em 19,4 milhões, com 544,2 mil óbitos. Foram aplicadas no Brasil 126 milhões de doses de vacina, sendo que 34,9 milhões de pessoas foram totalmente imunizadas, por terem recebido a segunda dose ou tomado a vacina de dose única. (Ministério da Saúde  / G1)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL

DESTAQUES

Os índices acionários americanos se recuperaram e terminaram o pregão em alta, com o Dow Jones, S&P500 e Nasdaq subindo 1,62%, 1,52% e 1,57%, respectivamente. Boa parte das quedas da segunda-feira foram recuperadas, com os investidores colocando na balança tanto os bons resultados corporativos quanto as preocupações com o desenvolvimento da variante delta.

RECUPERAÇÃO NOS MERCADOS

Diante dos bons resultados corporativos que estão sendo divulgados, agentes de mercado realocaram investimentos em ações de empresas. As small-caps do Russel2000 avançaram 3% e os rendimentos dos treasuries de 10 anos encerraram o pregão subindo levemente, para 1,21%. Os maiores lucros reportados estão causando revisões de expectativas e contribuindo para o melhor sentimentos dos investidores. (WSJ)

DEMANDA DE COMBUSTÍVEL

Com o desenvolvimento de automóveis mais eficientes e maior adoção de veículos elétricos, especialistas apontam que a demanda global por gasolina deve atingir seu pico quatro anos antes do esperado. As antigas previsões, que esse pico seria atingido em 2031, foram revisadas 2027. As montadoras de automóveis estão se adaptando para os futuros ambientes regulatórios mais rígidos e alterando seus planos de produção para carros com menor pegada de carbono. (Bloomberg)

LANÇAMENTO BLUE ORIGIN

Jeff Bezos, fundador da Amazon, e outros três passageiros foram bem sucedidos no primeiro voo da empresa Blue Origin à borda do espaço. É a segunda companhia a ter êxito nesse tipo de lançamento, oficialmente iniciando a competição operacional com a Virgin Galactic para a indústria de passeios espaciais. (WSJ)

CORONAVÍRUS NO MUNDO

Nos EUA, os casos de Covid-19 já somam 34,2 milhões e as mortes ultrapassam 609,5 mil. No mundo são mais de 191,4 milhões de infectados, e os óbitos alcançaram a marca de 4,10 milhões. (Johns Hopkins)

HOJE

As principais bolsas asiáticas fecharam no positivo, a exceção foi o Hang Seng de Hong Kong que recuou levemente. Na Europa, os índices operam com ganhos em torno de 1%. Os futuros de Wall Street não apontam para uma direção definida na abertura. O barril Brent sobe e é negociado a US$ 70,31. O ouro spot cai 0,5%, cotado a US$ 1.801,54 a onça. O yield dos treasuries de 10 anos está em 1,23%. O Bitcoin recupera o patamar de US$ 30.000. Em um dia de agenda fraca, o mercado acompanha a divulgação dos estoques de petróleo nos EUA.

Deixe uma resposta