Petrobras tem condenação trabalhista anulada e os últimos destaques

Quinta-feira, 29 de julho de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

BrCotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)126.285,601,34%0,99% -0,41%6,11%
DI Jan 2025 (bps)8,43%31437278
Dólar PTAX (R$)5,1527-0,27%-0,34% 3,01%0,29%
S&P 500 (pts)4.400,64-0,02% -0,25% 2,40%17,16%

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

As expectativas positivas para os resultados corporativos e as notícias vindo do exterior impulsionaram o Ibovespa que subiu 1,34%. A menor tensão na sessão chinesa pela manhã e a sinalização do Fed, que ainda tem tempo até alcançar as condições para o tapering, o Ibovespa retomou o patamar dos 126 mil pontos. O dólar, depois de oscilar perto da estabilidade durante a primeira etapa dos negócios desta quarta-feira, recuou, levando a moeda às mínimas do dia contra o real, com o dólar comercial  fechando a R$ 5,1088.

PROCESSO PETROBRAS

O ministro do STF, Alexandre de Moraes, anulou ontem uma condenação trabalhista bilionária imposta à Petrobras pelo Tribunal Superior do Trabalho. Esse recurso da estatal livrou a empresa de arcar com custos adicionais da ordem de R$46 bilhões a funcionários e servidores. Moraes alegou que não houve inconstitucionalidade na decisão do acordo coletivo que criou a Remuneração Mínima por Nível e Regime, uma espécie de piso que buscava resolver disparidades salariais entre trabalhadores de diferentes áreas da estatal. ( Poder360)

BNDES

Segundo nota informativa do ministério da Economia, as operações do BNDES custaram R$645 bilhões aos cofres públicos entre 2005 e 2020. O valor é referente às operações contratadas de forma direta e indireta pelo banco. Somente no período de 2007 e 2014, o gasto foi de R$530 bilhões. Esse valor é equivalente à soma dos gastos com o auxílio emergencial (R$325 bilhões), transferências a estados e municípios (R$99 bilhões), benefício emergencial para preservar empregos (R$58 bi) e com o crédito emergencial a pequenas empresas (R$58 bi). (Poder360)

META FISCAL

A equipe econômica deve propor a revisão da meta fiscal para 2022, recém-aprovada em déficit de R$ 170,5 bilhões. Ela vê condições de mudar para valores próximos a R$ 100 bilhões, numa indicação mais firme de melhora nas contas, que estão no vermelho desde 2014. Além de incorporar a recente melhora estrutural na arrecadação, atribuída à recuperação da atividade econômica, o corte na meta impõe um freio no ímpeto do Congresso de ampliar o rol de bondades que resultem em perda de receita. A receita extra não pode ser empregada em novas ações do governo devido ao teto de gastos, outra regra fiscal que limita o avanço das despesas à inflação. Para rever a meta de 2022, o governo precisará enviar um projeto para mudar a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano que vem. O texto terá de ser aprovado pelo Congresso Nacional. Segundo uma fonte da equipe econômica, será importante “organizar o debate”, uma vez que há muitos temas em pauta junto ao Parlamento. (Estadão)

AGRONEGÓCIO

A frente fria que atravessa o Brasil pode afetar o agronegócio. As geadas afetaram a produção de milho e café e já ameaçam a safra de trigo. Por isso, enquanto a temperatura cai nas lavouras, os preços desses produtos sobem no mercado. Diante das perdas, o governo já fala que será preciso importar milho para sustentar o abastecimento doméstico e os preços do produto. Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, os produtores rurais podem contar com linhas de crédito do Plano Safra para isso. ( Poder360)

RESULTADOS DO SEGUNDO TRI

A Vale registrou lucro líquido de US$ 7,586 bilhões, aumento de 662% em relação ao mesmo período de 2020. Na comparação ao primeiro trimestre deste ano, o lucro mostrou aumento de 37%. O resultado da companhia foi favorecido pelo aumento das vendas e pelo elevado preço do minério de ferro, de US$ 200 a tonelada de abril a junho, bem acima do mesmo período do ano passado (US$ 95,9). Eduardo Bartolomeo, presidente da mineradora, afirmou no balanço que a Vale está com a “confiança elevada” e continua no caminho certo em sua estratégia de redução de riscos, simplificação dos negócios e atingimento de nossas ambições.  (UOL/Estadão)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h, foram registrados 48 mil novos casos e 1.344 mortes. Desde o início da pandemia, os casos confirmados de Covid-19 estão em 19,8 milhões, com 553,2 mil óbitos. Foram aplicadas no Brasil 137,7 milhões de doses de vacina, sendo que 39,5 milhões de pessoas foram totalmente imunizadas, por terem recebido a segunda dose ou tomado a vacina de dose única. ( Ministério da Saúde / G1)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

DESTAQUES

Os índices acionários americanos fecharam o dia mistos, com o mercado contabilizando os resultados divulgados pelas gigantes de tecnologia e digerindo a interlocução do presidente do Fed, Jerome Powell.  O Dow Jones recuou 0,36 e o S&P500 0,02%, mas o Nasdaq avançou 0,70%.

FOMC

A divulgação da decisão da reunião do FOMC ontem não trouxe maiores novidades. Apesar de ter afirmado que os EUA obtiveram progresso em seus objetivos relacionados à retomada econômica e desemprego, o presidente do FED, Jerome Powell, reiterou que a instituição não tem quaisquer perspectivas de modificar as taxas de juros em breve. Os diretores da autoridade monetária continuaram suas discussões sobre o tapering de ativos e Powell afirmou que, quando isso se iniciar, tanto as compras de títulos federais quanto de hipotecas devem ser reduzidas ao mesmo tempo. ( Reuters / WSJ)

INFRAESTRUTURA EUA

Senadores americanos foram capazes de aprovar o início das discussões acerca do polêmico plano de infraestrutura para o país, que prevê investimentos da ordem de US$1 trilhão. Essa votação foi aprovada no Senado por 67 votos contra 32, conseguindo angariar o apoio de 17 republicanos, após serem discutidos detalhes do projeto. O acordo engloba US$110 bilhões para estradas, US$73 bilhões para transmissão de energia, US$66 bilhões para ferrovias, entre outros objetivos. (Reuters / WSJ)

ESTOQUES DE PETRÓLEO

Os estoques recuaram 4,1 milhões de barris na semana encerrada em 23 de julho, afirmou a Administração de Informação de Energia (AIE) dos Estados Unidos. A Opep+ concordou em aumentar a oferta em 400 mil barris por dia a partir de agosto, diminuindo mais o corte de oferta do ano passado, porém isso é visto como muito pouco por alguns analistas, devido à recuperação na demanda esperada este ano. (UOL/Reuters)

CORONAVÍRUS NO MUNDO

Nos EUA, os casos de Covid-19 já somam 34,7 milhões e as mortes ultrapassam 611,8 mil. No mundo são mais de 196 milhões de infectados, e os óbitos alcançaram a marca de 4,19 milhões. (Johns Hopkins)

HOJE

As principais bolsas da Ásia fecharam em alta, com destaque para o índice Hang Seng, de Hong Kong, que registrou ganhos de 3,30%, recuperando as perdas da semana. Na Europa, as bolsas também operam no positivo. Os futuros das bolsas de Wall Street apontam para uma abertura mista. O barril Brent registra uma alta de 0,36%, cotado a US$ 75. O ouro spot avança 1,11%, sendo negociado a US$ 1.827,23 a onça. O yield dos treasuries de 10 anos está em 1,27%. O Bitcoin segue sendo negociado acima dos US$ 40.000. Na agenda do dia tem a divulgação do IGPM mensal, PIB e solicitações de seguro-desemprego nos EUA. 

Deixe uma resposta