A previsão para inflação e os destaques da semana

Panorama Semanal de 13 a 17 de setembro* 

DESTAQUES

Inflação pressionada, alta do IOF e um ambiente político conturbado deram o tom do noticiário na semana. 

INFLAÇÃO

O Ministério da Economia projeta que a inflação pelo IPCA feche o ano em 7,9%, acima dos 5,9% previstos anteriormente. 

PEC DOS PRECATÓRIOS

Um assunto que preocupa é a indefinição quanto a PEC precatórios e o teto dos gastos. O debate está travado no Legislativo. O ministro da Economia, Paulo Guedes pediu “socorro” ao presidente do STF, Luiz Fux – que rebateu dizendo que esse “filho” não é seu. 

IOF

Enquanto isso, governo elevou a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para bancar o programa Auxílio Brasil. 

IBC-Br

Já o Índice de Atividade do Banco Central (IBC-Br), uma espécie de pŕévia do PIB, subiu 0,60% em julho. Embora em alta, o ritmo de crescimento está abaixo do mês anterior.

CHINA

No exterior, as atenções se voltaram para dados mais fracos da economia chinesa, que foram divulgados esta semana. E o temor de uma bolha imobiliária, com calote pela incorporadora China Evergrande Group, gerou tensão entre os investidores. 

PROTESTOS

Voltando ao Brasil, politicamente repercutiu por aqui a baixa adesão aos protestos de MBL e Vem Pra Rua. Agora, dez partidos planejam protestos no próximo dia 2. Em xeque está a capacidade de articulação da oposição para formar uma possível “terceira via” nas eleições de 2022. 

TEMER

A relação entre o ex-presidente Michel Temer e o Planalto também foi assunto de destaque, a partir do vazamento da gravação de um jantar em que o Temer e convidados riam de uma imitação de Bolsonaro feita pelo influenciador André Marinho. 

MP DAS FAKE NEWS

A chamada MP das Fake News, editada pelo presidente Jair Bolsonaro para impedir que redes sociais retirem conteúdo do ar, foi barrada. O procurador-geral da República, Augusto Aras, recomendou ao STF sua suspensão. A ministra do STF Rosa Weber seguiu o parecer. No Senado, o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, devolveu ao Executivo a MP, anulando seus efeitos. 

CPI DA PANDEMIA

Na CPI da Pandemia, uma das novidades é a aprovação para convocar Ana Cristina Valle, ex-mulher de Bolsonaro, para explicar sua ligação com Marconny Albernaz de Faria, que teria atuado vomo lobista da Precisa Medicamentos, suspeita de intermediar compra de vacinas da Índia. 

TRATAMENTO PREVENTIVO

Em outra frente, a CPI analisa documentos sobre o plano de saúde Prevent Senior, que teria ocultado registros sobre mortes a partir de testes com hidroxicloroquina e azitromicina. 

QUEIROGA

Em decisão polêmica, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, suspendeu a autorização para a imunização de adolescentes. A Anvisa mantém a recomendação. Rio de Janeiro, São Paulo e outras capitais estão seguindo a orientação da Anvisa. 

CÓDIGO ELEITORAL

E a Câmara dos Deputados concluiu a votação dos destaques do Código Eleitoral. Entre outros pontos, foi aprovado o prazo de 4 anos, em vez de 5, para a quarentena de juízes, integrantes do MP, policiais, guardas municipais e militares. O texto também flexibiliza a prestação de contas  pelos partidos por irregularidades no uso de dinheiro público e altera a Lei da Ficha Limpa. A proposta vai para o Senado. 

BOLSA

No pregão desta quinta-feira, dólar fechou em alta de 0,54%, cotado a R$ 5,266. O Ibovespa registro desvalorização de 1,10%, para 113.794 pontos. 

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal. 

* Dados atualizados até as 9h30 do dia 17 de setembro

Deixe uma resposta