Autoridades da China se preparam para o colapso da Evergrande e os últimos destaques

NESTA MANHÃ

  • O índice da China ficou fechou próximo da estabilidade enquanto em Hong Kong o Hang Seng recuou 1,3%, com a ação local da Evergrande sofrendo um tombo de 11,61%. No Japão, na volta do feriado, o Nikkei e o o TOPIX subiram mais de 2%.
  • Na Europa, as bolsas recuam, após a maioria delas acumular ganhos nos três últimos pregões. O Euro STOXX 50 cai 0,82%.
  • Os futuros dos índices de Nova York apontam para uma abertura negativa.
  • Os contratos de Brent são cotados a US$ 77,43, uma alta de 0,23%.
  • ouro spot opera com ganhos de 0,29%, negociado a US$ 1.754,74 a onça.
  • yield dos treasuries de 10 anos recua para 1,41% após chegar a 1,43% no pregão de ontem.
  • Bitcoin, após a PBoC ter classificado as transações como ilegais, recua mais de 6% e é negociado a US$ 41.151,80.

AGENDA DO DIA

  • 09:00 – Brasil: IPCA-15 (set)
  • 11:00 – EUA: Discurso do Presidente do Fed
  • 11:00 – EUA: Vendas de casas novas

RESUMO DO FECHAMENTO ANTERIOR

Cotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)114.064,361,59%2,36%-3,97%-4,16%
DI Jan 2025 (bps)9,98%+20-2245433
Dólar PTAX (R$)R$ 5,28910,20%-0,40%2,83%1,78%
NASDAQ (pts)15.052,241,04%0,05%-1,36%16,79%

BRASIL

O mercado reagiu bem ao comunicado do BC, após a alta da Selic para 6,25%. O Ibovespa subiu pelo terceiro dia consecutivo e recuperou o patamar de 114.000 pontos. Os destaques do dia foram Embraer ON (12,16%), Usiminas PNA (9,65%) e Ultrapar ON (+9,51%). As taxa dos contratos futuros de DI avançaram impulsionados ainda pelo mau humor com o cenário fiscal, ante o impasse para financiamento do Auxílio Brasil e pagamento de precatórios , além dos movimentos, no trecho curto, pós-Copom e de cautela na véspera do IPCA-15. Dólar teve leve alta.

INTERNACIONAL

Os investidores voltaram às compras nas bolsas de Nova York, migrando de posições na renda fixa para as ações, após a decisão monetária do Federal Reserve (Fed), mas ainda em meio aos temores sobre os desdobramentos da crise da dívida da Evergrande. Os setores financeiro e de energia foram os destaques do dia. Os índices Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq fecharam com altas de 1,48%, 1,21% e 1,04%, respectivamente. O juro dos títulos de 10 anos chegou a 1,43%, maior patamar desde julho . O índice DXY, que mede o dólar ante uma cesta de outras moedas principais, perdeu força. 

COVID-19

Nas últimas 24h foram notificadas 648 mortes por Covid-19 e 24.611 novos casos registrados  Até o momento, 39,58% da população já tomou a segunda dose ou a vacina de dose única, totalizando 84,4 milhões de pessoas que completaram o esquema vacinal. A dose de reforço foi aplicada em 471 mil pessoas. No mundo, mais de 6,020 bilhões de vacinas já foram administradas. ( Ministério da Saúde / G1 /Johns Hopkins)

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO BRASIL

DESONERAÇÃO DA FOLHA

Atualmente, o projeto de lei que prorrogou para 2026 o benefício de desoneração da folha para 17 setores é analisado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania, com relatoria do deputado Marcelo Freitas (PSL-MG). O Ministério da Economia, contudo, quer estender esse benefício para todos os setores e tenta retornar com a ideia de criar de uma contribuição sobre transações com alíquota de 0,1% com expectativa de arrecadar R$ 60 bi ao ano. Marcelo Freitas é favorável à proposta, mas que há grandes dificuldades orçamentárias para sua aprovação e a criação da contribuição sobre transações, por sua vez, depende da aprovação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Bolsonaro é o maior opositor. (Valor)

REFORMA ADMINISTRATIVA

A comissão especial da Câmara dos Deputados aprovou ontem por 28 votos a 18 a reforma administrativa proposta pelo governo. Quem entrar no serviço público da União, Estados e municípios após a reforma não poderá ter férias superiores a 30 dias, licença-prêmio (90 dias de folga a cada cinco anos), adicionais por tempo de serviço e aposentadoria compulsória como modalidade de punição, entre outros “privilégios”. Para os atuais funcionários públicos, nada muda. Os juízes e promotores do Ministério Público ficaram de fora e e poderão manter privilégios.  (Valor)

PRODUÇÃO

Esse é o quarto mês consecutivo em que os empresários da indústria de transformação e extrativa, de todos os portes, apontam crescimento da produção na comparação ao mês anterior, de acordo com a pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O índice de evolução da produção ficou em 53,0 pontos em agosto , acima da linha divisória de 50 pontos, que separa queda de alta da produção. O emprego industrial também segue em trajetória de crescimento. O índice de evolução do nível de estoques ficou em 49,7 pontos em agosto. O índice de intenção de investimento recuou de 59,0 pontos para 58,5 pontos de agosto para setembro. (CNI)

CONTAS PÚBLICAS

A Receita Federal registrou a arrecadação de R$ 146,5 bilhões em agosto, um recorde para o mês, já considerando números atualizados pela inflação. O resultado representa um crescimento real de 7,25% na comparação com agosto do ano passado. Em agosto, houve uma alta real de 42% na arrecadação de Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. Houve um aumento de R$ 7,6 bilhões nessa conta, na comparação com agosto de 2020, mas R$ 5 bilhões são considerados arrecadação extraordinária . Houve ainda um ganho de 343% em IOF, mas esse ganho é distorcido porque no ano passado o governo reduziu esse tributo provisoriamente para aliviar a economia durante a crise sanitária do coronavírus. (Folha)

CPI DA COVID

Com a previsão de mais duas semanas de funcionamento, a CPI ainda vai ouvir a advogada dos médicos da Prevent Senior, que denunciaram barbaridades cometidas pela empresa. Mas a atração maior, porém, deverá ser a oitiva de Luciano Hang na próxima semana. (Estadão)

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO MUNDO  

CRIPTO

O Banco Popular da China em seu site disse que todas as transações relacionadas à criptomoedas são ilegais e devem ser proibidas. Segundo a autoridade monetária, todas as criptomoedas, incluindo Bitcoin e Tether, não são moedas fiduciárias e não podem ser distribuídas no mercado. Esse é o sinal mais forte de sua determinação em reprimir a indústria. (Bloomberg)

EVERGRANDE

Autoridades da China estão pedindo aos governos locais que se preparem para o eventual colapso da gigante do setor imobiliário chinês, que enfrenta graves problemas de liquidez, sinalizando relutância de resgatar a empresa e na tentativa de evitar efeitos secundários de sua crise. Os pagamentos dos cupons devidos na quinta (23) não tinham sido pagos até às 5h, horário de Hong Kong, de acordo com dois detentores das títulos emitidos pela Evergrande. O valor total desse vencimento era de US$ 83,5 milhões, com prazo de carência de 30 dias. ( Bloomberg / WSJ)

SEGURO-DESEMPREGO

O número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA cresceu 16 mil na semana encerrada em 18 de setembro, a 351 mil, segundo dados com ajustes sazonais divulgados pelo Departamento do Trabalho americano. O número de pedidos continuados, por sua vez, aumentou de 131 mil na semana encerrada em 11 de setembro, a 2,845 milhões. Esse indicador é divulgado com uma semana de atraso. (WSJ)

POLÍTICA MONETÁRIA NO REINO UNIDO

O Banco da Inglaterra (BoE) manteve sua taxa básica de juros em 0,10% e o tamanho do seu programa de relaxamento quantitativo (QE) em 895 bilhões de libras, sendo 875 bilhões de libras em Gilts e 20 bilhões em bônus corporativos , como esperado pelos agentes do mercado. Segundo comunicado divulgado após o fim da reunião de política monetária desta quinta-feira, os nove dirigentes do banco central inglês foram unânimes na manutenção do juro básico. Já no caso do QE, Michael Saunders e Dave Ramsden votaram que a meta de compra de Gilts fosse reduzida em 35 bilhões de libras, enquanto os demais sete dirigentes apoiaram a manutenção. (Bloomberg)

Deixe uma resposta