O que é Fundo Imobiliário?

FII - fundos imobiliários

Para ter aquela renda mensal com o dinheiro trabalhando pra você, é só ter um imóvel para alugar, certo? Errado. Hoje você vai conhecer uma alternativa para te ajudar nesse objetivo: o Fundo Imobiliário.

Investir em imóveis pode ser caro e, muitas vezes, extremamente burocrático. Por isso, os fundos imobiliários são uma opção cada vez mais popular. Nesse texto, você vai entender:

  • O que são Fundos Imobiliários
  • Tipos de Fundos Imobiliários
  • Por que investir em Fundos Imobiliários

Se preferir, isso tudo tá explicado aqui nesse vídeo, de um jeito bem descomplicado:

O que são Fundos Imobiliários?

Os Fundos de Investimento Imobiliário (FII) são fundos que buscam gerar rendimento para quem quer investir em ativos imobiliários. Esses ativos são os próprios empreendimentos imobiliários, como shoppings, prédios comerciais, galpões de logística como os de e-commerce, entre outros. Assim, ao invés de ter só um imóvel, você pode ser dono de um pedaço de cada um desses.

Existem também os FIIs que aplicam em títulos imobiliários, ou seja, investimentos de renda fixa. 

Nos dois casos, cada um desses pedaços que você adquire é chamado de cota. Por isso, ao investir em um FII você se torna um cotista.

O dinheiro investido nesse fundo é administrado por um gestor, um especialista responsável por escolher as aplicações mais vantajosas e entender o melhor momento de comprar e de vender ativos, para cuidar do dinheiro dos cotistas da melhor forma.

Tipos de Fundo Imobiliário

Fundos de Papel

São fundos que investem em títulos de renda fixa com garantia imobiliária, como os CRIs. Estes fundos costumam ter boa rentabilidade sem tanta exposição a riscos, porque o rendimento é atrelado à inflação mais uma taxa prefixada. 

Os CRIs mais comuns no mercado são os corporativos, quando o devedor é uma empresa, e os pulverizados, quando são utilizados para financiar a compra de vários imóveis residenciais ou loteamentos, por exemplo.

Fundos de Tijolo

São fundos que investem em empreendimentos prontos, que são alugados para empresas, em contratos típicos ou atípicos.

Nos contratos típicos, os valores do aluguel são revisionados com recorrência, mas o locatário pode sair a qualquer momento, pagando uma multa leve.

Já nos contratos atípicos, o locatário fica preso até o seu vencimento. Caso ele queira sair antes, deve pagar todo o fluxo que ficaria em aberto até o vencimento do contrato. Dessa forma o investidor conta com mais segurança e estabilidade de retornos.

Estes fundos costumam ter rendimentos mais constantes, já que estão atrelados a um contrato que garante a renda mensal a ser distribuída aos cotistas. 

Por que investir em Fundos Imobiliários?

Renda mensal isenta de IR

Investindo em fundos imobiliários, você pode ter uma renda mensal muito parecida com a dos aluguéis, mas com a vantagem de render mais e contar com isenção de imposto de renda. 

Facilidade

Com os FIIs não precisa ter trabalho e preocupação. A compra, manutenção, controle e cobrança do aluguel do imóvel é de responsabilidade do gestor profissional, e você, cotista, precisa se preocupar só em receber a renda mensal em sua conta na corretora. Bem mais fácil, né?

Segurança e retorno

O fundo é constituído pelos recursos de vários cotistas, gerando patrimônios relevantes. Com isso, fica viável investir em grandes imóveis corporativos, alugados para grandes empresas, e ter retorno médio e garantias maiores em relação aos residenciais. Afinal, quem é que compra um shopping sozinho?

Além disso, muitas vezes, a carteira do fundo é bastante diversificada, ou seja, tem vários tipos de ativos reunidos, e isso reduz o risco.

Acesso e liquidez

Diferente de quando você investe direto em imóvel, os fundos são negociados na bolsa. Assim é possível aplicar valores mais baixos, sem precisar da burocracia de cartório e, ainda contando com boa liquidez. Isso significa que você pode vender a sua cota com mais facilidade do que um imóvel, caso precise.

E ó, aqui na Órama não cobramos corretagem*, ou seja, você pode vender seu ativo sem custos de negociação.

*com RLP ativa

Ganho de capital

Assim como nos investimentos em imóveis, existem fundos que focam no ganho de capital gerado pela valorização dos imóveis da cota. É mais ou menos como aquela conhecida história de comprar um imóvel mais barato e vender quando ele se valoriza, ganhando a diferença. Por isso, muita gente compara essa opção com ações de empresas negociadas em bolsa.

Então, pra concluir a questão lá do início, o fundo imobiliário é uma boa opção para quem quer investir em imóveis

  • Reduz riscos porque conta com gestão profissional e diversificação;
  • Rende, em média, mais que os aluguéis residenciais;
  • Não tem custos operacionais;
  • Você pode investir com valores menores.

Até porque, você não pode vender só o banheiro do seu imóvel quando precisar, né? Mas a cota do seu FII você pode.

E aí, bateu mais curiosidade? Você pode ler mais sobre como investir em Fundos Imobiliários aqui. E se ainda ficou alguma dúvida, deixa seu comentário que a gente responde!

Deixe uma resposta