Câmara aprova PEC dos Precatórios e os destaques da semana

Panorama Semanal de 8 a 12 de novembro*

DESTAQUES

PEC dos Precatórios vai ao Senado, STF suspende “orçamento secreto” e inflação segue pressionando. Esses foram três dos principais assuntos da semana no noticiário.

PEC DOS PRECATÓRIOS

Os deputados aprovaram, em segundo turno, a PEC dos Precatórios, que libera cerca de R$ 90 bilhões no Orçamento e pode viabilizar o Auxílio Brasil de R$ 400. A proposta está agora nas mãos do Senado, onde o governo – que deseja aprovar a PEC ainda este ano – prevê dificuldades na votação. O texto vai para a CCJ e depois segue para o plenário do Senado.

ORÇAMENTO SECRETO 

O STF decidiu pela ilegalidade do “orçamento secreto”, determinando a suspensão dos pagamentos que são direcionados de forma anônima para áreas de interesse eleitoral dos políticos. As “emendas de relator” funcionam como um instrumento para obtenção de apoio no Congresso. Apesar da decisão, já há uma articulação em curso para que se mantenha a prática, com o argumento de maior transparência no processo.

INFLAÇÃO

No dia-a-dia da população, a inflação não refresca. O IPCA de outubro avançou para 1,25% e acumula alta de 10,67% em 12 meses. Nos EUA, também foi divulgada a maior alta de inflação desde 1990: em 12 meses, o índice de preços ao consumidor acumula 6,2%.

BOLSONARO 2022

Na seara política, subiu a temperatura dos bastidores eleitorais. O presidente Jair Bolsonaro pretende se filiar ao PL para concorrer em 2022. A notícia gerou polêmica. A filiação do ex-ministro Sergio Moro ao Podemos também repercutiu. 

VACINAÇÃO

Com o avanço da vacinação no Brasil, as mortes por Covid-19 recuam, e em vários estados já não vêm sendo registrados óbitos diários. Na Europa, a volta do aumento do número de casos preocupa.

COP26

Na COP26, destaque para os ambiciosos acordos firmados, mas também para o ceticismo quanto aos seus cumprimentos. EUA e China divulgaram um plano para reduzir a emissão de gases do efeito estufa, com meta de eliminar, até 2035, a emissão de carbono no processo de geração de energia.

BOLSA

No pregão desta quinta-feira, o Ibovespa fechou em alta de 1,54%, em 107.594 pontos.

DÓLAR

O dólar caiu 1,74%, cotado a R$ 5,404.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

* Dados atualizados até às 9h de 12/11.

Deixe uma resposta