Inflação, variante ômicron e os destaques da semana

Panorama Semanal de 10 a 14 de janeiro* 

DESTAQUES

Inflação e ômicron foram os destaques da semana no noticiário. 

ALTA DA INFLAÇÃO

O IPCA, índice que mede a inflação oficial no Brasil, fechou 2021 com alta de 10,06%, o maior percentual registrado desde 2015. O indicador equivale a quase o dobro do teto da meta do Banco Central, que era de 5,25%. 

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, justificou a alta inflacionária em um contexto global e citou o aumento dos preços de commodities, a crise hídrica e a falta de insumos devido à pandemia. A crise fiscal, em um ano turbulento no cenário doméstico, foi minimizada. 

Lá fora, a inflação também bateu recordes. Nos EUA, o índice de preços ao consumidor (CPI) encerrou 2021 em 7%, o maior em 40 anos. Já os preços ao produtor (PPI) subiram 9,7%, recorde histórico. 

O Fed (banco central dos EUA) reafirmou que a retirada dos estímulos econômicos (tapering) vai até o fim de março e, depois, começam as altas nos juros. 

AVANÇO DA VARIANTE ÔMICRON

No mundo todo, preocupa o avanço veloz da variante ômicron, apesar da baixa letalidade. 

No Brasil, os casos vêm gerando lotação no sistema de saúde. A demanda por diagnósticos também está estressada, e o Ministério da Saúde pediu à Anvisa a liberação do autoteste. 

Em outra frente, o Ministério da Saúde reduziu de dez para cinco dias a recomendação de isolamento para casos assintomáticos. Para os casos leves ou moderados, são sete dias. 

VACINAÇÃO INFANTIL

E chegou ao Brasil o primeiro lote de doses da vacina pediátrica da Pfizer. São Paulo já iniciou a imunização. A vacinação infantil foi o ponto de polêmica entre o diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, e o presidente da República, Jair Bolsonaro – que sugeriu “interesse“ do órgão na liberação de vacinas para crianças. 

CRESCIMENTO NO SETOR DE SERVIÇOS

No horizonte econômico, um dos destaques foi o setor de serviços. De acordo com o IBGE, o volume de serviços cresceu 2,4% em novembro, percentual acima do esperado.  

ESFERA POLÍTICA

Na esfera política, foco no ano eleitoral e nas costuras partidárias. Por meio de um decreto, Bolsonaro determinou que a Casa Civil terá de dar aval a mudanças no Orçamento de 2022. 

CHUVAS EM MINAS GERAIS

E as chuvas em Minas Gerais seguem fazendo estragos, causando mortes e desabrigando moradores. Há riscos em barragens. Houve desabamentos em Ouro Preto. 

GRÃ-BRETANHA: POLÊMICA ENVOLVE PREMIÊ

Na Grã-Bretanha, uma polêmica envolve o nome do premiê Boris Johnson, por ter participado de uma festa na residência oficial em maio de 2020, em pleno lockdown. Johnson pediu desculpas publicamente. 

BOLSA

No pregão desta quinta-feira, o Ibovespa recuou 0,15%, aos 105.529 pontos. O dólar caiu 0,10%, cotado a R$ 5,530. 

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

*Dados atualizados até as 9h30 de 14/1.

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.