Política Monetária dos EUA e os destaques da semana

Panorama Semanal de 24 a 28 de janeiro*

A política monetária nos Estados Unidos deu o rumo dos mercados esta semana. No cenário global, foi destaque ainda o aumento da tensão entre Ucrânia e Rússia.

POLÍTICA MONETÁRIA NOS EUA

O Fed, banco central dos Estados Unidos, indicou que a taxa de juros deve subir em março, além do fim, já previsto, do processo de compra de ativos. Na coletiva de imprensa, o presidente da instituição, Jerome Powell, adotou um tom mais duro e afirmou não ser possível definir agora o ritmo de alta. Powell citou a força da economia e do emprego.

O PIB dos EUA avançou 5,7% em 2021, segundo o Departamento do Comércio. É a maior alta registrada desde 1984.

CONFLITO RÚSSIAxUCRÂNIA

O conflito envolvendo Rússia e Ucrânia – com EUA e Otan no imbróglio – esquentou esta semana. Entre as demandas da Rússia, está a exigência de que a Otan negue a entrada da Ucrânia na organização e corte as ligações militares com o país. Esforços diplomáticos tentam evitar uma guerra na região.

COVID-19 NO BRASIL

O número de infectados com covid-19 segue elevado, e o sistema de saúde está sobrecarregado no Brasil. A liberação de autoteste deve ser julgada nesta 6feira pela Anvisa. O intuito é aliviar o sistema de saúde e evitar que faltem testes laboratoriais. A taxa de transmissão no país, de acordo com o Imperial Collegede Londres está em 1,78, ou seja, cada 100 pessoas contaminam outras 178.

TAXA DE DESEMPREGO

De acordo com o IBGE, a taxa de desemprego no Brasil recuou para 11,6% no trimestre encerrado em novembro.

DEPOIMENTO DE BOLSONARO NA INVESTIGAÇÃO DA PF

O ministro do STF Alexandre de Moraes determinou que o presidente Jair Bolsonaro compareça presencialmente à Superintendência da Polícia Federal no DF para prestar depoimento na investigação sobre suspeita de vazamento de documentos sigilosos da PF. A Presidência vai recorrer ao plenário do Supremo, contra a medida.

BOLSA

No pregão desta quinta-feira, o Ibovespa fechou com alta de 1,19%, aos 112.612 pontos. O dólar teve queda de 0,35%, cotado a R$ 5,422.

Obrigada, bom fim de semana e até o próximo Panorama Semanal.

*Dados atualizados até às 9h30 de 28/1.

Deixe uma resposta