O que são dividendos e como calcular?

| |
Compartilhe o post:

Você sabe o que são dividendos?

Não precisa deixar o jargão do mercado financeiro atrapalhar sua vontade de investir. Entender o que são dividendos e como são calculados é importante para tomar decisões adequadas em relação aos investimentos, e a gente te ajuda agora.

Quando compra uma ação, você se torna sócio da empresa e recebe alguns direitos, entre eles o de receber parte dos lucros. Portanto, se a empresa tiver um bom desempenho, os lucros são divididos – parte é destinada para os reinvestimentos, parte para reservas e parte para seus acionistas. Assim, os dividendos são a parcela de lucro líquido distribuído aos acionistas, na proporção da quantidade de ações que possuem.

Existem ainda outros direitos quando você se torna um acionista, como:

  • juro sobre capital próprio (JCP), que é mais uma forma de distribuição de lucros.
  • subscrição de novas ações, ou seja, quando a empresa emitir novas ações, os acionistas atuais terão prioridade na compra.
  • bonificação, que é a distribuição gratuita de novas ações, proporcional às que cada acionista já possui.

Dividend Yield – como calcular a remuneração

dividend yield ou remuneração por dividendos é um índice que corresponde ao quociente de dividendo por ação pela cotação da ação no dia. Vamos a um exemplo para simplificar:

Uma empresa distribui dividendos de R$ 5,00 por ação, e o preço da ação é de R$ 41,00. Dividindo 5 por 41, chegamos a um dividend yield de 12%. Ou seja, um lucro de 12%, só com esse recebimento de parte de lucros.

Quais empresas pagam dividendos?

Empresas tradicionalmente boas pagadoras de dividendos são aquelas que têm alta geração de caixa e pouca necessidade de investimentos, pois não precisam investir em expansão ou modernização com muita freqüência. Nessa categoria podemos citar as empresas de energia e bancos.

Nosso analista CNPI, Sérgio Franco, preparou uma lista com 5 dessas empresas. Olha só:

Empresas mais novas não pagam dividendos, pois necessitam de recursos para financiar seu crescimento. No setor de telecomunicações, embora sejam boas geradoras de caixa, as empresas precisam estar sempre se modernizando. Por isso, não costumam distribuir muitos dividendos.

Algumas empresas pagam bons dividendos em um determinado ano, mas será que continuarão assim para sempre? Às vezes sim, às vezes não.

É uma estratégia selecionar as empresas com boa política de dividendos, ou seja, aquelas em que essa prática diferenciada consta do estatuto e é mais vantajosa do que a prática exigida por lei. São exemplos as empresas Itaú e Bradesco.

Investir em ações que pagam bons dividendos pode ser um bom caminho para obter grandes retornos a longo prazo. Por isso, é bom contar com uma boa carteira específica para renda e diversificada. Se você quiser saber mais sobre as melhores ações para receber esse lucro periódico, é só acompanhar as carteiras preparadas pelo nosso time de analistas.

Compartilhe o post:

Posts Similares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.