O novo Bolsa Família e os últimos destaques

NESTA MANHÃ

  • O indíce Hang Seng de Hong Kong recuou 3,30%, refletindo os possíveis desdobramentos da crise da dívida da gigante do setor imobiliário chinesa Evergrande. As bolsas da China e do Japão não operaram hoje em razão do feriado.
  • Na Europa, as bolsas operam majoritariamente no negativo.. A queda do Euro STOXX 50 é de 2,09%, maior queda desde julho.
  • Os futuros dos índices de Wall Street apontam para um dia no vermelho, com quedas de mais de 1%.
  • Os contratos de Brent são negociados a US$ 74,09, desvalorização de 1,66%.
  • ouro spot é cotado a US$ 1.756,15 a onça, de lado.
  • yield dos treasuries de 10 anos está em 1,33%.
  • Bitcoin é negociado a US$ 44.191 mil, queda de 3%..

AGENDA DO DIA

  • Feriado na China, Japão e Coreia do Sul
  • 8h25 – Brasil: Relatório Focus do Banco Central

RESUMO DO FECHAMENTO ANTERIOR

Cotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)111.439,37-2,07%-2,49%-6,18%-6,37%
DI Jan 2025 (bps)10,20%12067455
Dólar PTAX (R$)R$ 5,31030,97%1,81%3,25%2,19%
NASDAQ (pts)15.043,97-0,91%-0,47%-1,41%16,73%

BRASIL

O Ibovespa retornou ao patamar de 111 mil pontos, com queda forte na sexta-feira (17). O tombo de 8% do minério de ferro pressionou os papéis da Vale e das siderúrgicas. As ações da Petrobras também recuaram mais de 4%. O decreto presidencial que elevou o IOF para financiar o aumento do programa social não agradou o mercado,  que viu na medida um sinal de alerta sobre como a aproximação das eleições pode representar um risco para o o regime fiscal. Os contratos futuros de DI reagiram subindo cerca de 10 bps ao longo de toda a curva. O real também se desvalorizou na sexta.

INTERNACIONAL

As bolsas de Wall Street fecharam negativas em uma semana com indicadores econômicos mistos e com a proximidade da reunião do FOMC do dia 22. O Dow Jones recuou 0,48%, o S&P 500 cedeu 0,91% e o Nasdaq também registou queda de 0,91%, em dia de volatilidade aumentada por ser a terceira sexta-feira de setembro, com vencimento de quatro tipos diferentes de contratos de derivativos (quadruple-witching).

COVID-19

Nas últimas 24h foram notificadas 244 mortes por Covid-19 e registrados 9,4 mil novos casos da doença. Até o momento, 37,64% da população já tomou a segunda dose ou a dose única de vacinas contra a Covid-19, totalizando 80,2 milhões de pessoas que completaram o esquema vacinal. A dose de reforço foi aplicada em 300.628 pessoas. No mundo, mais de 5,905 bilhões de vacinas já foram administradas. ( Ministério da Saúde / G1 /Johns Hopkins)

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO BRASIL

IOF – AUXÍLIO BRASIL E PIS/COFINS DO MILHO IMPORTADO

A arrecadação adicional com a elevação do IOF, calculada em R$ 2,14 bilhões tem dois objetivos principais: financiar o Auxílio Brasil de R$ 300 ainda este ano e ajudar também a zerar a alíquota de PIS/Cofins que incidia sobre a importação de milho.

NOVO BOLSA FAMÍLIA

O secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Bruno Funchal, confirmou o valor do novo programa social e que ele deve entrar em vigor em novembro por não poder ser implantado em ano eleitoral. Funchal, assim como o economista Felipe Salto, diretor executivo da Instituição Fiscal Independente (IFI) do Senado. defendeu a importância de aprovação da PEC dos Precatórios, como a única forma de viabilizar o Auxílio Brasil nos próximos anos sem comprometer o teto de gastos. ( Folha / Estadão)

ISENÇÃO DE PIS/COFINS

O Ministério da Agricultura informou que a importação de milho vai ter a cobrança de PIS/Cofins zerada com os recursos do aumento do IOF. Essa medida, associada a outras tomadas anteriormente, como isenção do imposto de importação e possibilidade de importar cereal transgênico dos Estados Unidos para alimentação animal, é uma tentativa de diminuir os custos para os pecuaristas e também o preço dos alimentos nos supermercados que estão aumentando pela quebra da safra em função da seca.  O governo federal deve publicar o decreto hoje (20) que valer por 90 dias de 20 de setembro a 20 de dezembro. (UOL ECONOMIA / Canal Rural)

MEDIDAS PROVISÓRIAS

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), alertou para a necessidade de se conter os “excessos” de MPs.  Em evento, voltou a defender a devolução da MP que alterava o marco civil da internet, que impôs uma derrota ao presidente Jair Bolsonaro. “Eu o fiz a partir de uma análise jurídica, técnica, sobre a pertinência daquela matéria”. Como o executivo não pode enviar outra MP sobre o mesmo assunto neste ano, o presidente Jair Bolsonaro decidiu encaminhar um projeto de lei ao Congresso na mesma linha, com o objetivo de garantir direitos dos brasileiros nas redes. Um projeto de lei não tem vigência imediata como uma MP, mas esse novo PL também deve encontrar dificuldade de aprovação, especialmente no Senado.  (Broadcast / Folha)

PESQUISAS DE OPINIÃO

Após os atos do 7 de setembro, nas pesquisas do PoderData, nem a reprovação do governo (62%) nem o apoio ao impeachment de Bolsonaro (56%) mudaram de patamar. Por outro lado, hoje são 36% dos brasileiros entrevistados que consideram o trabalho do STF “ruim” ou “péssimo” , 5 pontos percentuais a mais que na última pesquisa. A aprovação também subiu e 24% avaliam positivamente a atuação do Supremo, 6 pontos a mais do que em junho. As duas altas são compensadas pela queda no percentual de pessoas que avaliam a Corte como “regular” ou não souberam como responder.  (Poder 360)

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO MUNDO  

INFLAÇÃO AO CONSUMIDOR NA EUROPA

A inflação da zona do euro de agosto se afastou ainda mais da meta oficial de 2% do Banco Central Europeu (BCE), ao atingir o maior patamar desde novembro de 2011. O índice de preços ao consumidor (CPI) anualizado da região subiu para 3%. Em relação a julho, avançou 0,4%, de acordo com as expectativas. Apenas o núcleo do CPI do bloco, que desconsidera os preços de energia e de alimentos, teve ganho anual de 1,6% em agosto, confirmando leitura preliminar. ( Eurostat)

TETO DA DÍVIDA AMERICANA

A Casa Branca alerta em memorando que, caso o teto da dívida federal seja superado, isso poderia provocar uma recessão econômica nos Estados Unidos. A administração do presidente Joe Biden também advertiu governos estaduais e locais sobre o impacto do problema. A oposição republicana tem afirmado que não vai ajudar os democratas resolver a questão, em protesto contra os trilhões de dólares em novos gastos dos planos de Biden para programas sociais. O presidente americano cobra uma solução bipartidária no assunto. O documento também alerta para o p otencial negativo para os mercados, lembrando  que, no impasse anterior sobre o teto da dívida, o índice S&P 500 da bolsa de Nova York recuou 17%, nos meses anteriores ao país atingir o limite da dívida. (Broadcast / WSJ)

EVERGRANDE

Essa semana será decisiva para o caso da Evergrande e os investidores estão monitorando o risco de contágio da crise da dívida da incorporadora. A empresa tem juros de empréstimos bancários para pagar hoje (20) e as autoridades chinesas já disseram aos principais credores para não esperar pagamento. A Evergrande e os bancos estão discutindo possibilidade de rolagem de alguns empréstimos. Na quinta, vencem US$ 83,5 milhões de juros sobre um título em dólares de 8,25% com prazo de cinco anos e um cupom de US$ 36 milhões de um título onshore . Como hoje e amanhã são feriados na China, o yuan offshore é um dos poucos ativos chineses que são negociados 24 horas por dia, o que significa que estará sob escrutínio de investidores que se preparam para quaisquer consequências de um possível default. (Bloomberg)

Deixe uma resposta