Boletim Focus aumenta a previsão do PIB e os últimos destaques

Terça-feira, 08 de junho de 2021

RESUMO DOS MERCADOS

BrCotação DiaSemanaMêsAno
Ibovespa (pts)130.776,270,50%0,50%3,61%9,88%
DI Jan 2025 (bps)7,80%66-10215
Dólar PTAX (R$)5,0498-0,33%-0,33%-3,49%-2,83%
S&P 500 (pts)4.226,52-0,08%-0,08% 0,53%12,53%
 * valores referentes ao fechamento do pregão de 02/06 no Brasil.

BRASIL EM FOCO

DESTAQUES

O Ibovespa renovou a alta nessa segunda-feira, influenciado pela valorização das ações dos bancos. O índice superou a marca de 131 mil pontos durante o pregão, mas acabou devolvendo parte da alta perto do encerramento. A fala do presidente da Câmara sobre responsabilidade fiscal e a agenda de privatizações também influenciou positivamente os mercados de câmbio e juros, mas rumores sobre a prorrogação do auxílio emergencial voltaram a aumentar as preocupações dos investidores no final da tarde.

BOLETIM FOCUS

Conforme divulgado pelo Banco Central, as medianas das expectativas para o IPCA (5,31% para 5,44%) e crescimento de PIB (3,96% para 4,36%) em 2021 se elevaram da semana passada para a atual, enquanto as estimativas para o câmbio (R$ 5,30) e a Selic (5,75%) foram mantidas. Essa foi a sétima elevação seguida do PIB. Para 2022, as expectativas se elevaram para o IPCA (3,68% para 3,70%) e PIB (2,25% para 2,31%), e se mantiveram constantes para o câmbio (R$ 5,30) e Selic (6,50%). ( BCB / Valor)

AUXÍLIO EMERGENCIAL

Segundo fonte do Valor, o governo deve renovar por mais dois meses o auxílio emergencial, utilizando sobras de recursos da PEC emergencial. O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), afirmou que se opunha prorrogar os pagamentos do auxílio emergencial e que gostaria de aprovar o novo programa social que substituirá o Bolsa Família antes do recesso. Lira defendeu que estender o auxílio além de agosto não é uma boa solução e quer que o novo programa social seja pago ainda este ano pelo governo, respeitando as regras fiscais vigentes no país. Além disso, também abordou outros temas, como a privatização dos Correios e as mudanças no IR. (OGlobo 

REFORMAS

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), marcou para hoje um conversa com líderes partidários visando discutir sobre a reforma administrativa. O texto já foi aprovado pela CCJ e agora precisa de análise de uma comissão especial antes de ir para o plenário. (Poder360)

RECEBÍVEIS

Uma nova regra do Banco Central entrou em vigor ontem (07), permitindo que empresas usem seus fluxos de recebíveis de cartão como garantia para obter crédito. A medida prevê que esses valores sejam inscritos em câmaras registradoras, o que os adiciona segurança ao sistema e aumenta a flexibilidade de empréstimos para os pequenos lojistas. Diversas fintechs estão interessadas em adentrar nesse mercado de crédito para micro, pequenas e médias empresas. Com isso, é esperado que o mercado de crédito “fumaça” evolua dos atuais R$ 45 bilhões para R$ 300 bilhões. ( Valor

VACINAÇÃO

A Fiocruz confirmou que receberá nova remessa de IFA neste sábado (12) e deve prover entregas semanais de vacinas até julho sem maiores dificuldades. Os imunizantes devem ser entregues para o estado do Rio de Janeiro e de São Paulo. A Fiocruz já entregou 50 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunizações e está previsto que seja atingido o patamar de 65 milhões de vacinas disponibilizadas até o final de julho. (G1)

CORONAVÍRUS NO BRASIL

Nas últimas 24h, foram registrados 37,2 mil novos casos e 1.010 mortes. Desde o início da pandemia, o país atingiu a marca de 474,4 mil óbitos e 16,9 milhões de casos confirmados de Covid-19. Foram aplicadas no Brasil 72,6 milhões de doses de vacina, sendo que 23 milhões de pessoas já receberam as duas doses do imunizante. ( Ministério da Saúde / G1)

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL 

DESTAQUES

Em um dia com poucos dados econômicos na agenda, os índices acionários americanos encerraram seu pregão sem uma direção definida. O Dow Jones e o S&P500 tiveram leve queda de 0,36% e 0,08%, respectivamente, enquanto o Nasdaq subiu 0,49%. 

INFRAESTRUTURA

O presidente Biden discute com a senadora republicana Shelley Capito sobre o pacote de infraestrutura americano, buscando um entendimento antes de viajar para o Reino Unido. Com orçamento inicial de aproximadamente $2,3 trilhões, o governo já reduziu suas expectativas para um objetivo de $1 trilhão, buscando obter um acordo bipartidário, mas os republicanos continuam insatisfeitos com esse montante porque ele demandaria aumentar impostos corporativos. (NYT)

INFLAÇÃO

O aumento dos preços de commodities e materiais básicos está cada vez mais intenso. Recentemente, foram registrados preços recorde em diferentes itens como cobre, madeira e minério de ferro. É esperado que o encarecimento desses produtos afete dados de CPI dos EUA e da China, que serão divulgados essa semana. (WSJ)

PETRÓLEO

O preço do petróleo segue renovando altas, o Brent alcançou o patamar de US$ 72 no pregão de ontem. As perspectivas para a commodity não são consensuais, porque ao mesmo tempo em que há sinais indicando possível enfraquecimento de demanda, verifica-se posicionamento cada vez mais relevante em opções de compra do WTI no strike de $100, com vencimento em dezembro de 2021 e 2022. (Bloomberg /  WSJ)

CRIPTOMOEDAS

Autoridades da inteligência americanas recuperaram grande parte do resgate pago aos hackers do ataque cibernético ao oleoduto de Colonial no mês passado, constatando que a aplicação da lei pode capturar criminosos da internet mesmo fora dos limites da nação. O Bitcoin caiu mais 7%, para abaixo de US$ 33.000. (Bloomberg

CORONAVÍRUS NO MUNDO

Nos EUA, os casos de Covid-19 já somam 33,4 milhões e as mortes ultrapassam 597,9 mil. No mundo são mais de 173,6 milhões de infectados, e os óbitos estão na marca de 3,7 milhões. (Johns Hopkins)

HOJE

Na Ásia, os principais índices do mercado acionário recuaram. Na Europa, as bolsas operam em campo positivo. Os futuros de Wall Street apontam para uma abertura levemente positiva. O petróleo recua 1%, com o barril do Brent cotado a US$ 70,80. O ouro spot é negociado a US$ 1.896 a onça. O yield dos treasuries de 10 anos está em 1,55%. A agenda do dia inclui produção industrial na Alemanha, PIB e desemprego na zona do euro e vendas no varejo no Brasil

Deixe uma resposta